para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


terça-feira, 31 de março de 2009

bolo de limão

acho que não posso deixar de registrar aqui que este foi o primeiro bolo que fiz na minha vida, deveria ter uns 10 anos e foi a mestra Dona Erna que me ensinou, as claras eram batidas com batedor de arame, e tudo feito na mão, com limão colhido na hora e levado no bolso para escola industrial, lá tínhamos uma cozinha completa, completa para a época, mas "equipamentos sofisticados" como batedeira, liquidificador, etc... não tínhamos, mas era um prazer enorme estar lá.
bolo de limão (pão de ló de leite fervendo)

bater 4 claras em neve em picos duros, juntar a gemas e bater até esbranquiçar e desligar a batedeira e acrescentar 2 colheres de óleo de canola ou milho.
peneirar 2 xícaras de açúcar e ir misturando aos poucos na mão com auxilio de uma colher de pau, em seguida misturar 2 xícaras de farinha de trigo e 2 colheres de amido de milho peneirados juntos , por ultimo misturar rapidamente 1 colher de sopa de fermento em pó a 1 xícara de leite fervendo não se preocupe que formará uma espuma e despejar lentamente sobre a massa.

assar em formo médio por 30 minutos.

calda
misture 1 xícara de açúcar refinado peneirado duas vezes com 4 ou 5 colheres de limão (na verdade, uso mais porque a Bia e o Mah gostam bem azedinho) e despeje sobre o bolo assim que tirar do forno.
se desejar espalhe raspinhas de limão (se for galego ou siciliano melhor ainda)

ah sim! este é o bolo de casquinhas de limão favorito da Bia.

domingo, 29 de março de 2009

a arte e o bolo

sempre é muito difícil ter coragem de fatiar esta obra de arte, mas... quando nos lembramos da maciez da massa, da cremosidade do recheio, do ponto certo do creme fresco batido, da mescla harmoniosa das frutas frescas (cereja, abacaxi, uva, figo roxo, goiaba, pera, maça, pêssego, kiwi, carambola) recém cortadas, não é possível resistir.
este é um dos bolos da minha amiga Semiramis, uma brasileira que trabalhou anos com moda, mega organizada, que cozinha muito, com um requintado senso de estética, casada com com um alemão que ama o Brasil, mãe de dois filhos lindos, hoje morando no Brasil.

este bolo, ela fez para o aniversário de um querido amigo comum.
a massa do bolo é simples, segundo ela, o recheio um creme para suporte das frutas, outro recheio de creme fresco, na cobertura as frutas levam um gel de brilho e os espaços ganham pitangas de creme fresco. uma perfeição!
convenhamos, arte é arte e é um dom.
compartilho com vocês (pelo menos a foto) espero que gostem! pois nós comemos e estava maravilhoso.

quinta-feira, 26 de março de 2009

orange coffee cake

bem, nem sempre tudo dá certo...fui fazer casquinhas de laranja e ai deu tudo errado, amoleceu demais, cozinhou demais, açúcar demais..., enfim não saiu como o esperado e ficaram pedacinho de cascas de laranja cristalizadas, fiquei com uma pena de jogar fora, e guardei na geladeira a até resolver o que fazer.
na mesma semana a Bia me ligou que viria de Ribeirão e iria passar uns dias por aqui pra dar um beijo na Juh que ela ainda nem tinha visto desde que voltou das terras geladas.
ela adora bolos cítricos, como já disse antes, tem preferência pelo bolo de casquinha de limão que qualquer hora destas posto aqui, então resolvi que usaria estas casquinhas num recheio do meu básico coofee cake

casquinhas

com os pedacinhos fiz o recheio assim,

num panela média levei para ferver 2 copos de suco de laranja, 4 colheres de sopa de açúcar e 2 colheres de sopa de amido de milho, cozinhei em fogo baixo até engrossar.
retirei do fogo e misturei os pedacinhos das casquinhas(umas duas xicaras) deixei esfriando enquanto fiz o bolo.

*se você preferir usar qualquer geléia, mas deverá diluir em agua e engrossar com amido de milho, tem que ficar um creme para o recheio

coffee cake com casquinhas cristalizadas


bolo

2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 colher de sobremesa de fermento em pó
2 ovos
1/4 de xícara de óleo
3/4 de xícara de buttermilk ( 3/4 de xícara de leite de preferência integral misturado com um colher de sobremesa de vinagre que descansou por 10 minutos) numa tigela, misture os secos e em seguida os ovos ligeiramente batidos, o óleo e por ultimo o butter milk. reserve.
cobertura
1 xícara de farinha de trigo, 1 colher de canela em pó, gotas baunilha, 1/2 xícara de açúcar e 1 colher de sopa de margarina, misture tudo até formar uma farofa. reserve.

montagem
  1. forre com papel manteiga uma assadeira de fundo removível
  2. coloque metade da massa do bolo,
  3. delicadamente sobre esta massa distribua o creme do recheio,
  4. sobre este coloque o resto da massa,
  5. e por ultimo coloque a farofa.
    asse em forno médio, por 30 minutos. retire e deixe esfriar.
glacê
1 xícara de açúcar de confeiteiro misturada com duas ou três colheres de suco de laranja, até formar um glacê para ser espalhado formando desenhos sobre o bolo já assado

por dentro
no final o aproveitamento deu super certo e no lanche da tarde a Bia nem provou ... afinal a madrinha fez as esfihas do post anterior que ela adora e ela acabou comendo muito, que nem sobrou espaço para o coffee cake, mas... no café da manhã a Bia tirou o atraso.

segunda-feira, 23 de março de 2009

esfihas

a Bia minha afilhada ama esfihas, ela sempre me pede quando vem de Ribeirão Preto, esfihas e bolo de casquinha de limão e eu nunca deixo de fazer.

esta massa é de uma receita bem antiga lá do tempo da escola industrial, mas aprendi a abrir a massa com a Dona Almira, que além de mãe de uma queridíssima amiga, irmã de leite, madrinha de casamento, a Mariangela, e professora queridíssima lá da minha cidade natal, Tatuí, que eu infelizmente nunca tive o prazer de ter sido sua aluna, mas tive o prazer de desfrutar a sua amizade, de aprender vários segredos culinários, de degustar vários pratos feitos com imenso carinho, regado a longos papos nas madrugadas dos finais de semana, durante toda a minha adolescência.

bem, quando vejo uma receita aqui outra ali no meu caderno de receitas todo amarelado vejo lá ... da Almira e logo me vem na memória sabores e momentos inesquecíveis, obrigado Almira por fazer parte da minha vida!



esfihas

massa
2 ovos ligeiramente batidos
4 colheres de óleo de milho ou canola
4 colheres de açúcar
1 colher de sopa de sal
2 copos de leite morno
aproximadamente 1 quilo de farinha de trigo
3 colheres de fermento seco biologico

misture todos os secos com 3/4 da farinha e faça uma cova, bata os ovos com óleo e misture na farinha e lentamente vá misturando o leite, misture farinha até ficar uma massa macia e homogênea, soltando das mãos.
faça bolinhas, rende aproximadamente 60 unidades e deixe crescer.
enquanto isto faça o recheio.

recheio
600 gramas de patinho, moído duas vezes
3 tomates, sem pele e sem semente, picadinhos
hortelã e cheiro verde picadinhos

cebola passada pelo processador
sal
suco de um limão
pimenta síria a gosto
azeite
temperar esta carne e antes de começar a montagem, colocar numa peneira.


montagem:
unte as mãos com óleo e abra cada bolinha na palma da mão com auxilio de uma colher, coloque o recheio, e feche as pontas em triângulo.
coloque a parte do fechamento para baixo.
assar em forno médio até que dourem


dicas:
  • se desejar pode pincelar, mas como a massa é aberta com óleo, não vejo necessidade
  • a assadeira é apenas polvilhada com farinha não precisa ser untada
  • deixando crescer as bolinhas individuais se torna muito mais rápido do que abrir com rolo e sobrar massa e reamassar
  • deixando o recheio na peneira, você irá evitar o excesso de umidade no recheio
  • colocando a "costura" do fechamento para baixo evita vazamento e que se abram durante o cozimento
  • outros recheios poderão ser usados como frango desfiado com queijo cremoso, abobrinha, escarola, enfim como a imaginação mandar
  • ah! não se esqueça de alterar o formato de fechamento para não confundir

selinho - selo da amizade

bem, recebi este selinho da Dolly, e ela deixou um recado carinhoso, que era para fortalecer a nossa amizade, sinceramente eu gostaria de mandar para tanta gente...afinal conheci pessoas incríveis neste mundo dos blogs, mas sei que o tempo é curto para muitas de nós, afinal acredito que para grande maioria o blog é um hobby e durante o nosso dia somos mãe, esposa, filha, motorista, dona de casa, profissionais, conselheiras, etc... ah sim! cozinheiras e fotografas nas horinhas que nos sobram e que mal temos tempo de postar o que fazemos, de visitar tantos blogs quanto queremos, nem tão pouco comentar o tanto quanto gostaríamos, então vou me limitar a indicar apenas 4 amigas, apenas em respeito a esta situação que acredito que todas nós enfrentamos, a imensa e cruel falta de tempo.



SELO DA AMIZADE

ele vem com o objetivo de ampliar as amizades
seguem as regras:

repassar este para quantas amigas queira
publicar no seu blog
deixar dito para quem você dedicar, que ela visite a amiga que dedicou antes, deixando um recadinho e ofertando sua amizade;
ASSIM, CONHECEREMOS MAIS AMIGAS, FAREMOS MAIS CONTATOS E ESTREITAREMOS MAIS AMIZADES...
seguindo este propósito repasso para:

Leía; Fátima, Vivian, Sabrina

domingo, 22 de março de 2009

brownie

apesar de chocolate não ser o forte desta cozinha, um brownie de vez em quando não faz mal para ninguém, não é verdade? ainda mais quando recebemos visitas de duas adoráveis meninas, as filhas da Silvana.

acabei optando pela adaptação do brownie da camilla que a Carmencita postou dias atrás, fiz a receita conforme está no post, apenas acrescentei uma xícara de amendoim grosseiramente moídos e forrei a assadeira com papel manteiga untado (acho que fica mais fácil para tirar da forma) também não usei cobertura pois a minha intenção era servir com sorvete de creme, o que acabou nem acontecendo.
ah sim, as meninas adoraram!


outro meme

bem, este foi o que a Fátima do Ne? me mandou


eis as regras:
escrever sete segredos de beleza seus, convidar sete parceiros/as de outros blogs para responder; comentar no blog de quem nos convidou, comentar no blog dos/as convidados/as, para que saibam da "convocação", linkar o blog que te convidou no seu blog, no post em que você responder as perguntinhas, e mencionar as regras.

bem então vamos lá,
  1. tomar muita agua diariamente
  2. usar protetor solar e hidratante diariamente
  3. batom sempre
  4. salto alto sempre
  5. agua de colônia durante o dia
  6. lavar o rosto várias vezes ao dia
  7. estar sempre de bom humor
convido as amigas:

Sabrina, Marcia Rosa, Marilu, Gina, Iliane, Dolly, Viviany

sexta-feira, 20 de março de 2009

chips de abobrinha

mais uma de abobrinha ...

gosto muito de fazer estes chips de abobrinha, também costumo usar jiló no mesmo processo, fica muito saboroso e pode ser usado em saladas, canapés, em cima de uma torradinha para servir de aperitivo, sobre um pizza, comer no palitinho etc...

chips de abobrinha

fatiar em rodelas de 1 cm e temperar com sal e azeite, pincelar uma assadeira e dispor as rodelas uma a lado da outra, não sobrepor, levar ao forno e quando estiver douradas em baixo, virar para que doure do outro lado.

numa tigela rale dentes de alho à gosto, se desejar use pimenta e vá colocando os chips da abobrinha assim que tirar do forno, misture delicadamente regue com mais azeite e sirva.

você poderá guardar em vidros previamente esterilizados, desde que cobertos por azeite.

super desafio 6

e este é o desafio que a chef Debora do Mirepox me mandou

o Super Desafio 6 é simples e rápido, veja só

1 – Vá a sua pasta de fotos no computador.
2 – Vá ao sexto arquivo de fotos, procure a sexta foto.
3 – Coloque essa foto no blog e escreva alguma coisa sobre ela.
4 – Convide 6 amigas para participar e publicarem suas fotos.


bem, aqui está a sexta foto da sexta pasta
Vulcão Osorno - Puerto Varas - Chile

esta foto foi feita pelo nick, em nossa viagem pelos lagos andinos com nossos filhos. foi tirada no navio que faz a travessia entre puerto varas e peulla. a patagônia é um lugar realmente maravilhoso e inesquecível.


bem convido para mostrarem as fotos:

quinta-feira, 19 de março de 2009

milho verde em três tempos

já falei que costumo ir em feira de produtor e quase sempre acabo comprando uma caixa, um saco, enfim um pacotão de legumes e frutas.

se tem uma coisa que eu não resisto, é milho verde na palha, na minha opinião esta é a melhor forma de comprar milho, dá um pouco de trabalho mas o resultado compensa






as espigas




















a beleza das espigas fresquinhas









bolo de milho verde

cortar e raspar 6 espigas de milho.
bater no liquidicador com 500 ml de leite, juntar 4 ovos e 2 colheres de margarina sem sal, bater mais um pouco, juntar aos pouco sem parar de bater 2 e 1/2 xícaras de açúcar, 6 colheres de farinha de trigo e 1 colher de sopa de fermento em pó.

untar uma forma de anel com manteiga e usar farinha de trigo, açúcar(cristal de preferência) com canela para polvilhar.
assar em formo médio por 45 minutos. faça o teste do palito porque pode demorar um pouco mais dependendo do forno.









por dentro, fica um creme na parte inferior

perfeito!

para um café da manhã ou chá da tarde


quarta-feira, 18 de março de 2009

meme

bem, nunca tinha recebido um meme e nesta semana recebi dois, alem de um desafio, a Marcia Rosa da Casinha Doce me brindou com um, então começando pela ordem de recebimento vamos lá


este foi o que a Marcia Rosa (http://casinhadoce.blogspot.com/)
as regras são as seguintes :

1- Linkar a pessoa que te indicou
2-Escrever as regras do Meme
3-Contar 6 coisas aleatórias sobre você
4-Indicar mais 6 pessoas com seus links
5-Deixar a pessoa saber que você a indicou com um comentário para ela
6-Deixar os indicados saberem quando você publicar a postagem.


bem vamos as respostas,

1 - já morei fora do Brasil

2 - tenho pavor de cachorros apesar de acha-los lindos e meigos, e ter uma adorável labrador em casa

3 - adoro teatro e não gosto de cinema

4 - nunca como arroz com feijão e nem tomo café com leite, detesto a mistura, mas adoro cada um deles em separado

5 - não suporto ir em feiras livre, mas adoro ir em feiras de produtor

6 - em qualquer viagem adoro ir ao mercado municipal ou algo parecido


bem, agora passo para as amigas blogueiras:

Vivian, Fátima, Léia, Debora , Cláudia , Fernanda

quinta-feira, 12 de março de 2009

german chocolate cake - desafio "O bolo de aniversário"

a chef Debora, do Mirepox fez o convite do desafio e pediu que não fosse um receita complicada e nem muito cara, então resolvi fazer esta adaptação do german chocolate cake , o meu bolo americano favorito, que sempre feito pela Cindy, minha host sister.

o bolo original, que de alemão não tem nada, pois é americano, na verdade nasceu no Texas, após uma publicação no jornal local de uma receita, que leva um chocolate alemão especial derretido na massa do bolo e nozes no recheio e cobertura.
a minha receita original foi recortada há mais de 30 anos da embalagem do tal chocolate, mas está tão velha e amarelada, sem condições de fotografar, que resolvi buscar uma receita bem parecida na internet para o link.

fiz esta re leitura com a massa do bolo de coalhada e amendoim, acreditem o resultado não deixou nada a desejar.
normalmente não faço bolos altos mas este deve ser assim, é também um bolo sem acabamento lateral apenas com recheio e cobertura.
na Europa e especialmente na Alemanha e Itália, estes bolos são muito comuns.


















german chocolate cake - releitura

faça uma receita do bolo de coalhada, e divida em duas formas do mesmo tamanho. asse juntos. quando esfriar comece a montagem.
o primeiro bolo deve ser molhado com leite e chocolate, coloque o recheio. divida o segundo bolo ao meio, coloque sobre o primeiro recheio, e recheie também. cubra com a outra parte e espalhe a cobertura.

massa do bolo

bater no liquidificador, 1 copo de yogurt (usei coalhada), 4 ovos inteiros, 3/4 de xícara de óleo e 1 xícara de chocolate (em pó). em uma tigela, peneirar 2 xícaras de farinha de trigo, 2 xícaras de açúcar, 1 e 1/2 colher de sopa de fermento em pó e uma pitada sal. em seguida despejar aos poucos a batida, mexendo bem levemente com uma colher de pau. dividir a massa em duas fôrmas untadas e enfarinhadas. assar em forno médio por 30 minutos.

recheio e cobertura

bater no liquidifcador 2 latas de leite condensado com 2 latas de agua, 2 gemas, 2 colheres de manteiga, uma pitada de sal, gotas de baunilha e 2 colheres de sopa de amido de milho, leve ao fogo médio até engrossar, cozinhe mais alguns minutos em seguida despeje um pacote de 100 g flococo, ou coco ralado, cozinhe mais um pouco. desligue o fogo e coloque 1 e 1/2 xícaras de amendoim sem sal, grosseiramente picado, incorpore.



por dentro



eu prefiro não rechear os dois bolos para não ficar tão alto, mas na receita original manda você dividir a massa em três, assar ao mesmo tempo e rechear todas as partes. asso em duas formas iguais de 25 cm, mesmo porque três não caberiam no meu forno


a melhor fatia






se desejar pode ser servido com sorvete de creme ou chocolate, mas eu prefiro assim, sem nada.
é um bolo super rápido e prático, mesmo porque não depende de muito tempo de descanso. pode ser recheado com o recheio morno.

quarta-feira, 11 de março de 2009

farinhas e afins

não tenho a pretensão de fazer um post técnico sobre farinhas, mesmo porque não tenho conhecimento suficiente sobre o assunto, mas sei que existem vários tipos de farinha, mais clara, mais escura, mais fina, as chamadas fortes, as fracas, as com grãos especiais enfim uma variedade enorme, sei também que existem farinhas especificas para cada aplicação.

como sou do tipo curiosa, fui usando tipos diferentes e descobri a melhor aplicação para cada uma deles nas minhas receitas.
conforme mencionei no meu post anterior, sempre tenho em casa muita farinha, e como aqui infelizmente não é com no exterior, que você encontra de tudo e o melhor, em embalagens de uso domestico, costumo comprar nos grandes atacadistas em embalagens de 1 e de 5 quilos e faço a minha mescla caseira.

pizzas, esfiras e pequenos pães recheados: uso a especial para pizza
para salgadinhos tipo coxinhas, croquetes: uso a especial para salgado
para bolos: uso a farinha especial e para cada 1 quilo misturo 100 gramas de amido de milho
para pães: uso a farinhas tipo 1 ou especial
para pães com mais miolo: em cada 1 quilo misturo 100 g de semolina nas farinhas tipo 1 ou especial
para macarrão caseiro: em cada 1 quilo misturo 200 g de semolina

as marcas comerciais são da linha bungue pro, nita, renata, sol, fleischmann

para bases de tortas, cremes e recheios: uso creme confeiteiro sabor baunilha no leite
gel de brilho: creme confeiteiro com agua ou suco de fruta

as marcas comerciais são da fleischmann, bentamix e bungue pro

fermento: uso o fermento biológico seco, que se mistura diretamente na farinha. estes uso sempre da marca fermipan 500 g, uso o "red" para massas salgadas e o "brown"para massas doces.
as marcas comerciais são fermix e fleischmann mas em embalagens menores, de 500 g conheço apenas o fermipan

anti mofo: uso em todos os tipos de farinha, sigo a orientação do fabricante e misturo em 1 kilo de farinha, peneiro por 2 ou 3 vezes para ficar bem misturados

onde encontrar:

as tipo 1 e especial, que são nita, renata, dona benta entre outras em supermercados
as especiais e os fermentos: no Makro e Assai
anti mofo: casas de panificação

caso voces queiram saber mais, sugiro estes links:

http://www.donabenta.com.br/pt-br/produtos_detalhe.asp?idCategoria=5
http://www.bakels.com.br/p_fermento_fermipan_red.html
http://www.bungealimentos.com.br/panificacao/marcas.asp
http://www.fleischmann.com.br/culinaria/
http:/http://www.selmi.com.br/produtos/index.php?lp=renata&linha=01/

vocês tem noção do meu armário de farinhas?
uso uma parte inteira para este fim e tudo separado, ainda sem contar com as embalagens de farelo de trigo, proteína da soja, farinha, integral, centeio, gergelim, linhaça, amido de milho, farinha de arroz, trigo para quibe etc e etc...

terça-feira, 10 de março de 2009

pão de nozinho

acho que devo uma explicação... bem, onde moro não tem padaria por perto, razão pela qual aparecem tantos pães por aqui, isto aliado ao enorme prazer que eu o marido temos em fazer pão caseiro, algumas vezes fazemos pães mais elaborados, outras fazemos na correria porque simplesmente estamos sem pão e não queremos sair de casa para ir buscar.
exagerada como sou, costumo ter em casa sempre muita farinha , especial para pães, especial para pizza e a para bolos.
depois que aprendi usar o fermento granulado seco, compro logo em embalagens de 500 g, o especial para massas doces e o para massa salgada, abro e guardo na geladeira, em um pote bem fechado.
então, aqui vai mais um pãozinho simples e rápido.


pão de nozinho

este foi feito com a receita que a Cris passou, achei a receita barbara e muito pratica, neste dias de calor intenso cresce rapidinho e em pouco tempo tenho um pão fresco para o lanche ou café da manha.
depois da massa crescida, faço uns rolinhos de aproximadamente uns 20 cm de comprimento, faço um nozinho e deixo crescer novamente em forma enfarinhada, quando dobrou de volume, pincelo com leite e manteiga derretida e asso em forno médio.

segunda-feira, 9 de março de 2009

torta de arroz

jogar comida fora não é comigo, procuro sempre aproveitar as sobras e já invento logo alguma torta, saladinha, panquecas, enfim tento dar um jeito de aproveitar. com sobras de arroz costumo fazer esta torta, agora o recheio depende do que eu tenho na geladeira, se tenho legumes, espalho sobre a massa e cubro com queijo, se tenho sobras de frango desfiado junto requeijão dou uma incrementada e pronto, com carne moída coloco ovos e azeitonas e já crio um recheio, e assim por diante, agora se não tenho nenhuma sobra, então recorro aos queijos, tomates, orégano, cheiro verde, a massa é muito versátil e aceita todas as variações que sua imaginação criar.


torta de arroz
no liquidificador bater 2 xícaras de arroz já cozido, 2 ovos inteiros, 2 xícaras de leite, 1/2 xícara de óleo de milho ou canola, sal e pimenta à gosto, em seguida juntar alguns galhos de salsinha e pulsar. numa tigela junte 1 xícara de farinha de trigo, 1 colher de fermento em pó e se desejar queijo ralado, vai agregando aos poucos a batida de arroz, até obter uma massa lisa.unte um pirex com azeite, espalhe a metade da massa, recheie e cubra com o restante.
por ultimo junte 1/2 xícara de farinha de rosca com 2 colheres de queijo ralado e salpique sobre a torta, leve ao forno até que doure.
nesta torta o recheio foi de abobrinhas que já tinham sido refogadas com cebola, alho e tomates em cubos e ai misturei cheiro verde picadinho, orégano, queijo prato ralado no ralo grosso e uns pedacinho aqui e ali de gorgonzola.
servi quente com uma salada de mix de folhas.

domingo, 8 de março de 2009

chutney e geléia de mangas


adoro mangas...,
ganhei da Rosa, um doce de pessoa, uma grande quantidade de mangas , as frutas estavam perfeitas, firmes e super doces, resolvi então que faria geléia de manga, mas a manga espada tem muito fibra e ai poderia ser um problema, pensei um pouco e nada que uma boa peneira não resolvesse a questão, então resolvi que além da geléia iria fazer um chutney de manga, me atrevi, e mãos a obra.

geléia de mangas

cortei em lascas e levei ao fogo com açúcar, não tenho nem como passar as quantidades por que era muita coisa, mas a proporção é de dois para um.
a manga logo se desmancha e ai então esperei esfriar e passei pela peneira, em seguida levei novamente ao fogo e apueri um pouco mais.

chutney de mangas

mesmo processo inicial, porém 3 para um , aí ralei gengibre, uns 3 cm , usei dois dentes de alho, mostarda, 1 xícara de vinagre, cravos, quando começou a se desmanchar passei pela peneira e levei ao fogo novamente.

guardei em vidros pré esterilizados.

sexta-feira, 6 de março de 2009

tortiglione


mais abobrinhas

bem como já mencionei aqui que adoro abobrinha, abóbora de maneira geral,
como se não desse para perceber pelos posts já editados sobre isto....
e se vocês tiverem paciência muita coisa vai aparecer por aqui ainda.
bem, tem dias, que simplesmente eu e o marido não queremos saber de comer carne ai então logo recorro a uma massa com legumes, e se tenho abobrinha então, pronto ...
estas não colhi no meu jardim, ganhei de uma amiga, e estavam super frescas bem no
ponto para a minha massa bem simples.

tortiglione com abobrinha

cozinhe a massa al dente e reserve. numa frigideira de fundo largo toste em azeite as abobrinhas cortadas em meia lua apenas para dourar, não deixar amolecer, em seguida junte cebola e alho à gosto e continue tostando, quando a cebola estiver transparente junte uma colher de farinha de trigo, 1 xícara de leite e os pedaços de queijos de sua preferência, neste usei apenas parmensão e roquefort, nos noscada ralada e por ultimo junte uma caixinha de 200 g de creme de leite , uvas passas brancas e o macarrão. salgue apenas nesta hora.
antes de servir salpique folhas de salsinha.

quarta-feira, 4 de março de 2009

tomate secchi


acho muito versátil ter tomates secos na geladeira, e sempre que tenho a chance procuro fazê-los, o ideal são tomates bem vermelhos e maduros, mas que estejam bem firmes, e que o dia esteja fresco, por que leva um bom tempo no forno, quando encontro os tomates no ponto, já invento logo umas bolachinhas, uma carne assada bem demorada, torradas, croutons etc. assim aproveito o calor do forno.
só que estes, acabei fazendo no sábado, e derreti na cozinha.
mas valeu a pena, agora tenho os tomates para um incrementar um lanche de frios, recheios, servir com torradinhas, para uma pasta, pizza, pates e sem falar da salada, adoro!
como fiz meia caixa de tomates, isto mesmo..., não vou passar as medidas, vou apenas descrever o modo de fazer.

Tomate secchi

lavar os tomates e cortar ao meio no sentido comprimento, tirar as sementes e deixar escorrendo, em seguida num tabuleiro grande, sem untar, distribua os tomates com as covinhas para cima e dentro delas coloque um colher de café do tempero feito com duas partes de açúcar e uma sal, e oregano à gosto. leve ao forno até que a pele do tomates comece a enrugar mais de 1 hora e meia, em seguida vire os tomates, e deixe no forno até que eles estejam vermelho escuro e encolhidos. retirar do forno e cuidadosamente ir tirando um a um com ajuda de uma espátula e coloque num vidro já esterilizado, tomates um pouco de alho ralado fino, salpique oregano, ir fazendo as camadas, e no final complete com azeite. feche e guarde na geladeira.

dicas:
quantidade: acho que para valer pena o ideal é fazer dois tabuleiros e colocar na grelha inferior do forno enquanto assa outra coisa, e para isto considere uns 3 ou 4 k de tomates
alho: uso ralado ou em lascas, mas não uso muito para não acentuar tanto o sabor
azeite: tem que manter o vidro coberto de azeite e quando os tomates acabarem use este azeite para temperar, acredite, fica otimo
congelar: congelam muito bem, mas não esqueça de deixar um espaço livre para não romper a tampa.

terça-feira, 3 de março de 2009

torta de alho poró

bem, a convite da Cris e da Leila, vou participar do novo desafio:
desafio de carnaval , com esta torta que foi postada originalmente em 23 de novembro






eu e a celha resolvemos fazer um surpresa para a tatiana que fazia aniversário, convidamos umas amigas e preparamos algumas coisinhas bem gostosas, fiz esta massa na cozinha de celha e dividimos, com a metade ela montou uma torta de frango e brocolis que ficou divina, uma pena que não fotografamos, e com a minha metade montei esta daqui.
foi um noite muito agradável com a nossa querida tatiana e uma baita surpresa para ela...


torta de alho poró

1 k de farinha trigo
1 colher de sopa rasa de sal
250 g de gordura vegetal
1 lata de creme de leite
5 ovos

misture a farinha e o sal, corte a gordura vegetal em pequenos pedaços e junte os ovos um a um e vá misturando aos poucos, por ultimo junte o creme de leite, faça uma bola e leve para gelar em tigela coberta com filme plástico por 30 minutos.
esta receita e suficiente para duas tortas grandes.

recheio: fatiei bem fininho dois talos de alho poró, e refoguei em 2 colheres de azeite e 2 de manteiga, sal, juntei 3 colheres de farinha de trigo, e 2 xícara de leite, faca um creme, quando frio junte 200 g de requeijão e cheiro verde picadinho.
neste recheio, como eu já tinha frango desfiado, juntei com tomates picadinhos sem pele e sem semente temperados com orégano, mas também combina muito bem com presunto.

montagem: abra a massa e coloque na assadeira de fundo removível forrada com papel manteiga, em seguida, coloque o o recheio de frango e tomates, e por ultimo o creme de alho poró. cubra com a outra parte da massa e leve para assar em forno médio.

domingo, 1 de março de 2009

pimenta em três tempos

ganhei mudinhas pimenta biquinho
a minha amiga Celha, a alquimista, ha
via semeado as sementinhas secas que ela mesmo tinha colhido e germinaram muitas, como elas não gostam de concorrência,
ela acabou me repassando algumas mudinhas, plantei em vasos e espalhei pelo jardim
ah sim ela também me ensinou fazer a conserva


o cultivo é muito rápido e simples, precisa de rega diária e sol em pelo menos um período


colhi estes frutos e fui guardando na geladeira



mas para fazer a conserva
resolvi comprar algumas pimentas dedo de moça para mesclar






pimenta em conserva

lavar e secar todas as pimentas, picar as pimentas dedo de moca no formato desejado, e tirar o cabinho da pimenta biquinho.
levar ao fogo uma garrafa de vinagre branco com sal (uso sal grosso) e temperos que você preferir, nesta usei apenas louro e lascas de alho, quando começar levantar a fervura, coloque as pimentas e deixe voltar a levantar fervura, desligue em seguida. coloque nos vidros já esterilizados, feche bem e guarde na geladeira.

uma dica, não use panela com revestimento de teflon pois será difícil você tirar o ardor de pimenta, use inox ou alumínio.