para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


sábado, 1 de novembro de 2008

pão de quibe



e o tal pão de quibe ficou famoso por aqui, ele aconteceu de um acidente.
na véspera do aniversário do Maah liguei do trabalho para minha auxiliar e pedi para deixar de molho 1/2 k de trigo e ela entendeu errado deixou um 1 e 1/2 k de molho, quando cheguei do trabalho, tomei um susto....




a minha intenção era fazer um quibe de tabuleiro para mandar para o colégio, e quando vi aquela quantidade de trigo de molho fui logo pensando num forma de aproveitar tudo aquilo e então achei que o ideal seria fazer pães, naquela noite os pães se multiplicaram, e ficou tão bom que acabei ajustando a receita e agora sempre que temos aniversários, churrascos, lanchinhos o pão de quibe aparece na nossa mesa, já que os sobrinhos, afilhados e amigos já esperam por ele

pão de quibe

coloque 1 xícara de trigo para quibe de molho de 1 e 1/2 xícara de agua filtrada por 30 mim, em seguida junte
1 ovo inteiro
4 colheres de açúcar
1 colher sal
3/4 de xícara de óleo
nesta mistura junte as poucos a farinha de trigo aproximadamente 4 1/2 xícaras misturadas com 3 colheres de sopa de fermento biológico seco, e vá misturando com uma colher de pau ou batedor de massas, fica uma massa molenga, como massa de pão de forma.
unte apenas com óleo duas formas de pão de forma e divida a massa, coloque nas formas e com a ajuda de um colher untada em óleo espalhe a massa.
deixe crescer até dobrar de volume, asse por 35 mim com forno a 200 graus.

observação sobre o fermento
uso sempre fermento granulado biológico e para quem nunca usou, uma orientação, ele deve ser misturado sempre à farinha
caso você prefira usar o fermento biológico fresco, substituir cada colher de sopa por um tablete de 15 g cada, e este sim deve ser misturado com os líquidos

5 comentários:

  1. Uma delícia este pão, é um dos meus favoritos, e do Rafa também.
    Já fiz algumas vezes, mas ele diz que o seu melhor (fazer o que)....

    ResponderExcluir
  2. celia e rafa, sempre queridos, tks!

    ResponderExcluir
  3. Mammy querida
    Adorei essa receita e já estou anotando!
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  4. amei fiz muito bommmmm

    ResponderExcluir

ora, pitangas!!! quer ouvir voce.
caso voce não tenha blog ou e mail da g mail, ainda assim poderá comentar, quando aparecer "escolher uma identidade" abaixo da caixinha de comentários, clique na última opção - anônimo, mas não esqueça de assinar, só assim saberei quem é voce.
obrigada!