para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


domingo, 8 de abril de 2018

festa em Francavilla al Mare

este post é para agradecer imesamente aos meus queridos amigos Léia e Michelle, que nesta semana, estarão vivendo, certamente, a maior emoção de suas vidas!
por  aqui estou em preces e vibrando para que tudo corra muito bem e que a emoção do encontro se transforme brevemente em um sentimento nobre, maior e pleno.
tenho imenso orgulho do despreendimento, da coragem, da luta e da força deste casal tão querido por mim e pela minha familia.
bem, o blog me deu a amizade da Leinha, minha filha do coração e trouxe de reboque o querido Michelle e sua familia, familia esta, que recebeu meu marido muito bem quando esteve em viagens de estudo na Italia, e que também  receberam Julia e eu com o maior carinho na nossa ultima viagem a Europa. 
somos todos muito gratos pela amizade tão cara e tão querida.
em outubro do ano passado, estavamos lá num momento especial para a familia extendida, era a comemoração da formatura de um dos primos do Michelle, laureado em engenharia aeronáutica, o brilhante Federico. 
como de costume na Itália, depois da formatura, existe a comemoração da graduação, com um almoço íntimo reunindo apenas os familiares, a comemoração foi um pouco tardia, porque o garoto, ingressou brilhantemente numa especialização e pós graduação na França, o sonho dele é a NASA, pela dedicação e inteligência, acredito que deva acontecer num futuro não tão remoto.
enfim, gentilmente fomos convidadas para participar deste almoço comemorativo.
aparentemente se tratava do melhor restaurante especializado em frutos do mar da região, convido a todos a pensarem numa comida explendorosa e excelentes vinhos, foi isto que tivemos!
Léinha e Michelle são vegetarianos, a super simpática mãe do Federico, tia do Michelle pediu um cardápio especial para eles, que foi igualmente maravilhoso.
nas fotos abaixo estão alguns dos 15, sim 15 pratos que fizeram parte deste almoço especialismo, para os vegetarianos e não vegetarianos, todo elaborado com frutos do mar e pescados do mar Adriático, com as especialidades da região, verduras, pastas  e queijos de Abruzzo. 
uma verdadeira e inesquecível festa gastronômica que começou as 13h em ponto e acabou perto das 17h, lindamente coroada pelo melhor bolo de mil folhas que já comi na vida!
gratidão, meus queridos amigos, por nos incluir nesta festa e nos permitir desfrutar este ritual tão especial e simbólico.
aproveito o post, para contar, que por três vezes na minha vida, tive a chance de participar de uma ritual gastronômico parecido com este.
o primeiro foi um almoço de Pascoa, bretão, capitaneado por um senhor francês de mais de setenta anos, que juntou toda a família num domingo na sua casa.
talvez o Mr Quillec (representante da empresa que eu trabalhava, na França) tenha sido a mais perfeita definição de gourmet que tive a oportunidade de cruzar na vida, um almoço memorável em Paris no inicio dos anos 80, aos pés da torre, no subsolo da sua casa, todo ambientado nos anos vinte, tratava-se de um bar completo que ele adquiriu num leilão anos atras, especialmente para receber os amigos e familiares , algo absolutamente maravilhoso, bem, o almoço  durou cinco  horas com antepasto, entrada, dois pratos principais, salada, queijos, sobremesa e chocolate, cada um regado com seu tipo de vinho especifico, nesta oportunidade fui iniciada ao "kir royal", ao vinho das crianças e ao vinho de sobremesa.
a segunda vez também foi na França, num dia maravilhoso de inverno, em Marselha, eu, Mr Quillec, a filha dele e um armador francês, escureceu e ainda estamos no nosso almoço!
o mais especial almoço de frutos do mar do  Mediterrâneo nesta oportunidade fui apresentada ao "bouillabaisse" (guisado de pescados e frutos do mar) e aos pães rusticos, especialissimos azeites e azeitonas desta região.
me desculpem a repetição da palavra ritual, porém é exatamente isto que define estes almoços cheios de ordem e significados, igualmente as minhas excusas pelo post tão longo e repleto de memórias pessoais.


uma das entradas quentes 
(ninho de espaguete com pequenos frutos do mar e conchas no vapor)

entrada fria de pescados
 (anchova com limão siciliano, um tartar de frutos dos mar, carpaccio de pescado rosa e lasca fina de um pescado quase cor de vinho com "crema de balsamico e mel")

entrada vegetariana 
(legumes e cogumelos grelhados)

segunda entrada vegetariana
(rolinho de abobrinha recheado com cogumelos, beringela empanada e um crepe finissimo recheado com pasta de queijo de cabra com nozes)

terceira entrada  de pescados 
(tentáculos de polvo  ao molho)

quarta entrada de frutos do mar (lula recheada com pasta de cogumelos e laranja para equilibrar o paladar), sensacional!

parte do parto principal vegetariano 
(pasta recheada com ricota e nozes)

parte do prato principal de frutos do mar 
camarões no vapor)

mais um prato principal vegetariano
 (um queijo grelhado com verduras - aparetemente um tipo de almeirão)

um dos pratos principais vegetarianos 
(pasta, cogumelos e tomates)

este prato é incrivel, 
uma cumbuca recheada com massa de pizza, com um tipo especial de mexilhões num molho salmorado, coberto com massa e assado no forno a lenha.
 é aberto na sua frente e se come rasgando a parte da cobertura, a tampa de massa que se vê na foto, molhando no molho que se forma, e acompanhando (apoiando) o  mexilhão. 
extremamente aromatico e uma festa para os olhos!


aqui tambem um dos pratos principais do cardápio vegetariano, "borragine" empanada coberta com um creme de queijo de cabra maravilhoso, quase uma mousse de queijo, regada por uma redução de balsamico, maravilhoso!


para os não vegetarianos tambem teve borragine, fiquei encantada com o sabor e a textura desta folha.

este foi o prato master  de frutos do mar, incrivelmente maravilhoso, tudo, absolutamente tudo, especialidades da região, trilhas, lulas, camarões, filés de peixe branco, pescadinhos pequenos empanados,
um verdadeiro festival de sabores e texturas.

esta torta de mil folhas, 
na verdade a aparencia é de um bolo, com tres tipos de recheio a base de cremes, com avelãs, creme de gemas e um creme branco e coberto com a maravilhosa "panna" italiana.

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

9 comentários:

  1. Amiga,
    O que dizer das memórias afetivas, dos sabores, das companhias, dos lugares? É tudo muito especial.
    Verdadeiramente um ritual inesquecível e você soube nos conduzir pelas deliciosas lembranças.
    Que a Léia possa viver intensamente essa emoção e muitas outras que estão a caminho...
    Sinta-se abraçada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querida amiga, tudo muito delicioso, o encontro, a festa, grata pelo seu carinho. um beijo.

      Excluir
  2. Quanto encantamento Angela, memórias gustativas e afetivas de imenso valor, adorei que tenha compartilhado conosco.E não me esquecendo que a Leia, mesmo que a conhecendo apenas virtualmente, é um doce de pessoa.
    Tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, que bom que você gostou, também tenho certeza que você iria adorar conhecer a Leinha! um beijo querida

      Excluir
  3. Querida Ângela, fico muito feliz por teres podido acompanhar a Léia e o Michelle nestes dias. Tenho a certeza de que para eles também foi muito bom.
    Gostei muito da tua descrição da festa em Villafranca Al Mare assim como das tuas memórias.Obrigada por nos teres feito partilhar dos aromas e sabores desses eventos. Um grande abraço com muita estima da Bombom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. grata querida BomBom, foi de fato, muito especial! um beijo

      Excluir
  4. Olá querida Angela,

    Olha, eu nem percebi que o post era longo, durante a leitura, tal foi o prazer com que o li.
    Acho que o seu encontro com a Leia foi uma coisa mesmo de almas, algo a que vocês estavam destinadas. E que bom que estejam acontecendo coisas boas a ela e ao marido, já deu para ver que ambos são merecedores dos bons acontecimentos que agora desfrutam (e dos que haverão de desfrutar no futuro).
    Quanto às lembranças gastrônomicas, considerei as mesmas da melhor qualidade, coisas dignas e até superiores a uma Festa de Babbette, rsrs.

    Um beijoUm beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querida Marli, grata pelo seu carinho!
      realmente era um encontro que já estava escrito...foi e esta sendo muito bom partilhar com ela os momentos especiais que estão vivendo. de fato, foi um festa gastronômica e eu adorei, é claro!um beijo

      Excluir
  5. Tanta coisa deliciosa para experimentar.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2018/04/empadao-de-alheira.html

    ResponderExcluir

ora, pitangas!!! quer ouvir voce.
caso voce não tenha blog ou e mail da g mail, ainda assim poderá comentar, quando aparecer "escolher uma identidade" abaixo da caixinha de comentários, clique na última opção - anônimo, mas não esqueça de assinar, só assim saberei quem é voce.
obrigada!