para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

pão de leite na kenwood

depois de muito pesquisar comprei uma batedeira kenwood!
na verdade queria uma batedeira forte que fizesse algumas massas de pães, como sova mais demorada, tipo brioches, panetones, etc. no entanto já vai fazer dois anos que comprei e usei muito pouco. 
raramente faço pães muito amanteigados e pela pratica que tenho sovo muito rápido, mesmo grandes quantidades... então dá aquela preguicinha de medir tudo 3 ou 4 vezes, sendo que na sova manual meço apenas uma vez.
o motivo principal do pouco uso, é que faz massas em pequenas quantidades e as minhas receitas são grandes!
preciso me adaptar a maquina e deixar de preguiça de medir e de ajustar as receitas a capacidade do equipamento.
bem, os pães ficaram perfeitos, chega no ponto super rápido, a maquina é robusta, silenciosa e nem faz sujeira. recomendo.



pão de leite

2 ovos
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de açucar
1 colher de sobremesa de sal
1 colher de sobremesa de fermento seco biológico
250 ml de leite morno
600 gramas de farinha de trigo

coloquei na tigela da batedeira 500 g de farinha, juntei os secos e misturei com um colher, coloquei a tampa e pelo orifício de alimentação, juntei os ovos e o leite e liguei na velocidade 3, quando a massa começou a tomar forma juntei as gorduras, aumentei a velocidade e em seguida foi completando com a farinha restante até dar o ponto. tudo muito rápido, em menos de 3 minutos estava no ponto.
usei quase as 600 g de farinha, sobrou muito pouco, mas tudo depende do tamanho do ovo e da umidade da farinha. 
usei uma farinha nacional boa para pães.
deixei a massa crescer por duas horas e depois modelei os pães, renderam 15 unidades. antes de levar ao forno pincelei ovo batido e em alguns coloquei gergilim tostado.


Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

3 comentários:

  1. Que beleza! Aposto na delícia que ficaram. Beijo, Angela.

    ResponderExcluir
  2. Oi Angela, gostaria de ver vc sovando pão, deve ser lindo...fico imaginando a destreza!
    Preciso comprar uma batedeira nova, a minha tem mais de 24 anos e é simples, mas já me ajudou muito.Os pãezinhos estão lindinhos e adoro com gergelim.Preciso te contar que estou me aventurando no universo de fermento natural, ainda engatinhando, mas chego lá!
    Bjo e ótimo fds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bacana...fermentação natural é muito bom, mas a gente precisa estar preparada para ela. te desejo sucesso. um beijo e grata pelo seu carinho!

      Excluir

ora, pitangas!!! quer ouvir voce.
caso voce não tenha blog ou e mail da g mail, ainda assim poderá comentar, quando aparecer "escolher uma identidade" abaixo da caixinha de comentários, clique na última opção - anônimo, mas não esqueça de assinar, só assim saberei quem é voce.
obrigada!