para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


segunda-feira, 25 de julho de 2016

pão de frigideira # 145

esta receita foi a minha participação na 7a. rodada da Ciranda de Receitas,
a Ana Paula do blog Menu Criativo hospedou esta receita neste link aqui

pão de frigideira

3 xícaras de farinha de trigo aproximadamente,
1 colher de sopa de amido de milho
2 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de sal
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de fermento seco biológico
50 ml de aguardente
50 ml de agua
100 ml de buttermilk (100 ml de leite misturado a 2 colheres de vinagre branco)

misture todos os secos num bowl, faça uma cova e  e agregue os líquidos da seguinte forma, primeiro o buttermilk depois a agua, aguardente e azeite misturados ligeiramente com um garfo.
misture até que forme uma massa homogênea, sove ligeiramente e faça uma bola e deixe descansar por 30 minutos, depois deste tempo abaixe a massa e divida em duas partes, cada metade divida em 6 partes, faça bolinhas e deixe descansar por 30 minutos, em seguida abra com um rolo  dando forma circular ou oval.
aqueça bem um frigideira, panquequeira ou tapioqueira e sem untar coloque a massinha aberta, abaixe o fogo ao mínimo e asse dos dois lados, vai inflar, vire com cuidado sem furar.
perfeitos para a servir com geleias, patês e pastinhas.


esta receita rende 12 pães, a foto das bolinhas crescendo é de uma receita muito maior



  • sempre que tiver mais de um tipo de farinha peneire juntas para mesclar completamente
  • para que sua massa não escureça sempre misture o azeite na agua e mexa ligeiramente com um garfo
  • para fazer o buttermilk use sempre vinagre branco para não alterar o tom
  • antes de abrir massas com  rolo sempre é recomendando um descanso para relaxar o glúten
  • comece sempre abrindo as massas pelas bolinhas feitas primeiramente 
  • se o seu fogão tiver chama muito forte, faça o processo inverso, gire o botão com se fosse desligar e deixe uma chama bem fraquinha
  • guarde sua frigideira teflonada sempre protegida, eu cubro as minhas com toucas descartáveis de cozinha

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

2 comentários:

  1. AMEI!!!! parece um pita bread, mas feito no fogao em vez de forno, muito criativa essa receita!

    e levando pinga... demais!!!!

    ResponderExcluir
  2. Boa receita e muito boas dicas!
    Bjs

    ResponderExcluir

ora, pitangas!!! quer ouvir voce.
caso voce não tenha blog ou e mail da g mail, ainda assim poderá comentar, quando aparecer "escolher uma identidade" abaixo da caixinha de comentários, clique na última opção - anônimo, mas não esqueça de assinar, só assim saberei quem é voce.
obrigada!