para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


quinta-feira, 29 de julho de 2010

Buenos Aires: hospedar, passear, comprar e comer...

dei uma sumidinha, fui a Buenos Aires, de volta aproveito para fazer alguns comentários, já que esta viagem foi planejada de forma diferente anteriores para a capital portenha.
desta vez foi assim...

hospedagem:

optamos por alugar um apartamento temporário, descobrimos que em Buenos Aires isto é muito fácil, tem excelentes opções, o mais difícil foi escolher a localização...na verdade, nós tínhamos interesse em três bairros, Barrio Norte, Re
coleta e Palermo, por ordem de preferência, como resolvemos a viagem no começo do mês, os dois aptos que escolhemos na localização de nossa preferência já estavam ocupados para a data de nossa viagem. optamos então por Recoleta e não nos arrependemos, a localização era excelente entre dois shoppings e de fácil acesso para tudo, super bem servido de serviços, ônibus, supermercados, restaurantes, cafeterias, padaria. perfeito.

vista da sacada do apartamento em Recoleta
(em frente a embaixada da Italia e ao fundo o Rio de la Plata)

se você ficou curioso como isto funciona, existem alguns empresas muito bem recomendadas,
roomargentina.com
apartmentsba.com
tucasaargetina.com
temporaryapartments.com
homesba.com
bytargentina.com
onde você escolhe o apartamento, faz a reserva via internet e paga o valor combinado em dólares apenas na assinatura do contrato (os valores vão de US$ 500 a US$ 1.200 por semana), entrega num envelope a caução em igual valor da locação, que será devolvido na saída. os aptos são completamente montados, com roupas de cama e banho, cozinha completa, tv de lcd a cabo, computador, telefone, calefação e ar condicionado, são bem decorados e confortáveis.
usamos a Bytargentina e numa próxima oportunidade, sem sombra de dúvida voltaria ao mesmo apto.















detalhes do interior do apartamento

passeios:
tanto eu como o marido já conhecíamos bem a cidade e numa viagem anterior levamos nossos filhos para os pontos turísticos, como San Telmo, Caminito, Florida, Casa Rosada entre outros, optamos nesta estada mais longa, por fazer outros programas, por exemplo...

viagem ao Tigre: saindo de trem desde a estação Retiro até Olivos ($ 2,20 por pessoa), de lá pegar o Tren de la Costa até Tigre ($ 8,00 por pessoa), e lá fazer o passeio de catamaran por 2,5 horas ($ 50,00 por pessoa) conhecendo as ilhotas do delta do rio Tigre com suas casas de veraneio, muito interessante.
no Tigre tem o Trilenium Cassino, super grande, mas como não somos jogadores só brincamos um pouco nos caça níqueis e aproveitamos para almoçar no cassino, cozinha internacional e parrilla, salada bar e sobremesas ($ 38,00 por pessoa sem bebidas).


museo da paixão boquense: museu dentro do estádio do Boca Juniors, bem montado para quem curte futebol, vale a pena ir e para quem não curte também, afinal conhecer o estádio onde a torcida fica a menos de 4 metros dos jogadores não deixa der interessante ($ 40,00 por pessoa).

puerto madero: está lindo, super tranquilo, ótimo para fazer uma caminhada no fim do dia, ao por do sol.
embora estivesse muito frio, centenas de pessoas passeavam pela região recuperada do antigo porto e que agora é a área mais cara da cidade, com seus hotéis, lofts, restaurantes, grandes obras de arquitetura, como a Ponte da Mulher.


tango: desta vez queríamos um show diferente dos direcionados aos turistas, optamos pela Esquina Homero Manzi, excelente local, música, orquestra, dançarinos e excepcionalmente o atendimento. aqui vai uma dica, o show é vendido por $ 180,00, mas compramos os ingressos para o show na Cartelera no centro, saiu por $ 50,00 por pessoa o show com direito a uma consumação (um vinho, champanhe, cerveja, suco ou uma supertaça de sorvete). também oferecem um menu para jantar, mas preferimos optar apenas pelo show com consumação, pois já havíamos jantado em outro lugar.






ônibus turistico: é um tour de 2,5 horas por toda a cidade, a $70,00 por pessoa, onde você usa fones para ouvir em sua língua os delhates de cada ponto de interesse, você tem a chance de conhecer detalhes e particularidades dos prédios, monumentos, ruas, cafés, teatros, etc., enfim, um pouco da história da cidade.



el ateneo: uma enorme livraria, que foi montada num antigo teatro, no antigo palco tem um café super simpático, ficamos um tempão lendo, admirando a arquitetura e tomando café e capuccino.

compras:
da minha ótica não consumista, algumas dicas.


outlets
da Puma, Nike, Lacoste e varias marcas argentinas, ficam na Vila Crespo nas ruas Aguirre e Gurruchaga.

compras de rua
: Santa Fé, Corrientes entre Callao e Pueyrredon, o famoso Once, muitas lojas, grifes e a preços variados, além da Florida e imediações.

shoppings:
o Abasto é grande e tem muitos brinquedos para quem viaja com filhos pequenos. Alto Palermo, super movimentado indico para quem curte shoppings. Buenos Aires Design, sinceramente esperava mais, mas vale pena pelo Hard Rock Café.

vinhos: sempre muito barato nos supermercados e mais ainda nos quioscos chinos, a variedade é enorme e as marcas que costumamos comprar no Brasil, são vendidas por menos da metade do preço, compra-se um vinho bom e honesto por $ 17,oo.

supermercados: vale a pena uma visita ao Coto e Disco, para quem busca alfajores e dulce de leche.

farmacity: uma farmácia onde você encontra make up, cremes, shampoos de boas marcas a preços bem interessantes, tem varias espalhadas por toda a cidade.

duty free: preços iguais ao do Brasil, tivemos sorte de pegar algumas promoções do tipo leve três e pague dois.

comer:

bem, além dos imperdíveis medialuna con jamon y queso, alfajores, dulce de leche, pan de miga, vinhos, sorvete Freddo, bife de chorizo, empanadas, milanesas entre outros indico...

Desnivel, em San Telmo, na calle Defensa, estilo bodegon.

La Estancia, no centro, na calle Lavalle, parrilla especial para turistas, sem os miúdos.

Hard Rock Café, temático, comida americana, se pedir qualquer prato smoked barbecue não tem erro.

Siga la Vaca
, em Puerto Madero, parrilla, tudo incluído, de bebida a sobremesa.

Club da Milanesa
, em vários endereços, típica milanesa argentina.

La Cocina, centro, na Florida, empanadas excelentes, ente $4,50 e $5,50 cada uma.

os preços variam de 40 a 65 pesos por pessoa sem bebidas, exceto no siga la vaca que esta tudo incluido por 61 pesos no horário de almoço.

chegando em Buenos aires..
. sugiro a troca de moeda no Banco de la Nacion que fica no saguão do aeroporto de Ezeisa, reserve via internet o traslado do aeroporto ao destino com taxiezeiza, na volta sugiro chamar um radio taxi e ver o melhor preço.

andando por Buenos aires... muito tranquilo, se prepare que você vai caminhar bastante, um mapa na mão e um tenis no pé vão te ajudar muito.

onibus em Buenos Aires... serviço eficiente, linhas longas, te levam a todo lugar, muito barato variam em $ 1,10 a 1,25 dependendo do trajeto, funciona 24 horas, um guia vendido na bancas (guia de bolsillo) que indica todas as linhas, número do ônibus e seu trajeto no mapa.

taxi em Buenos Aires... são muito baratos, pode-se andar quilometros por $10,00, mas os motoristas não são lá dos mais gentis do mundo.

serviços em Buenos Aires... vendedores sempre com cara de poucos amigos, sem paciência, motoristas de onibus não educados, garçons nem sempre gentis ou atentos, ah sim! não esqueça da propina (gorgeta de 10%) que não vem incluída na conta.

para planejar esta viagem pesquisei nos excelentes blogs:
viajenaviagem do Ricado, no idas e vindas da Carla, no buenos aires dreams do Marco, no buenos aires, querido da Mariana, no direto de buenos aires do Marcelo, e no site http://www.mibsasquerido.com.ar/BuenosAires1.htm os quais recomendo a leitura, certamente você vai encontrar algo de seu interesse, seja em compras, parques, museus ou gastronomia.

bem, já ficou um post longo demais, mas não posso deixar de dizer que Buenos Ares está conveniente para nós, nosso real vale 2,20 pesos e que para quem gosta de inverno, nesta epoca é perfeito!
ah! antes que eu me esqueça, todos os valores indicados estão em pesos argentinos.

concluindo, Buenos Aires continua nos encantando e certamente sempre terá algo novo para a próxima viagem.

sábado, 24 de julho de 2010

pão da sonia

e para fechar a semana do amigo...
a Sonia, minha amiga e vizinha, me mandou um pão quentinho, super macio, amarelinho, um pão perfeito para o lanche.

como pão foi aprovadissimo, pedi a receita e reproduzi aqui em casa.
na verdade, a diferença dos meus pães é que ela usa sempre leite e mais ovos e pincela com gemas, coisa que eu nunca faço..
mais uma das minhas manias, prefiro polvilhar com farinha!



pão caseiro da Sonia

(feito por mim)

4 ovos ligeiramente batidos
1 xícara mal cheia de óleo
1 xícara de leite morno
2 tabletes de 15 g de fermento biológico fresco
1/2 xícara de açúcar
1 colher de sopa de sal
farinha o quanto baste, aproximadamente 800 g

dissolver o fermento no leite morno, fazer uma espuma com 3 colheres de farinha, deixar espumar. em seguida juntar os ovos, óleo, a farinha e o sal, amassar, sovar, deixar descansar.
abaixar a massa, dar forma ao pães e deixar crescer novamente. pincelar com gemas antes de levar ao forno.

* eu usei fermento biológico seco, 2 colheres de sobremesa, misturadas aos secos e antes de completar o crescimento fiz uma nuvem de farinha, como meus ovos eram jumbo, foi quase o pacote todo de farinha.

domingo, 18 de julho de 2010

pavê de banana

esta sobremesa, bem antiga, eu costumava fazer com merengue e levar de volta ao forno para dourar, mas de uns tempos pra cá tenho preferido usar creme fresco batido ao merengue.
assim fica mais rápido, mais pratico! 

 
pave de banana

fundo:
bananas fatiadas levadas ao fogo com suco de limão, açúcar e canela, fazer um docinho de bananas ou se preferir apenas apure um pouco e mantenha as rodelas de bananas ainda inteiras

creme:

1 lata de leite condensado
2 latas de leite integral
3 colheres de sopa de amido de milho
gotas de baunilha
gemas se desejar
leve ao fogo até engrossar, deixe esfriar e misture com o mixer uma caixinha de creme de leite

cobertura:
creme fresco batido ou merengue*

merengue: se você optar por esta cobertura, use as gemas peneiradas no creme, reserve as claras, bata em ponto de neve, use 1 ou duas colheres de açúcar para cada clara, quanto mais você bater mais gostoso ficará seu merengue. cubra o creme e leve ao forno até dourar, sirva quente com ou sem sorvete.

o fundo quase não apareceu na foto, uma pena!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

terça-feira, 13 de julho de 2010

risoto de camarão com abacaxi e maracujá

normalmente costumo fazer risoto aos domingos, o ritual é sempre o mesmo, dou uma olhada na geladeira, no freezer, nas frutas secas, na fruteira e dou asas a imaginação...

risoto camarão com abacaxi e maracujá

para cada xícara de arroz uso um litro de caldo aquecido
dourei cebola picadinha em uma colher de sopa de azeite extra virgem com 1 colher de sopa de manteiga, sal, juntei 1 xícara de arroz arbóreo, depois juntei 1/4 de xícara de vodka e deixei evaporar. em seguida comecei a juntar o caldo aquecido de legumes misturado com suco de maracujá (metade de cada um) as conchadas e deixando cozinhar e evaporar (método normal de se fazer risoto) mexendo de vez em quando, depois da terceira ou quarta conchada de caldo de legumes, juntei 600 g de camarão sete barbas já descongelado e escaldado, quando cozimento estava quase completo, juntei 1 xícara de abacaxi picadinho. mexi levemente, juntei uvas passas brancas sem sementes a gosto e por ultimo juntei 4 colheres de sopa de cream cheese (usei de bisnaga) e 1/4 de xícara de parmensão ralado. deixei descansar por 5 minutos e servi. serve 2 pessoas.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

a arte e bolo III

bem, aqui mais um dos bolos da Semiramis, este ela fez com todo o carinho e presenteou a Juh.



a massa é um pão de ló fofissimo, um dos recheios é creme de confeiteiro com pêssegos picados e outro recheio é um creme feito com morangos, a cobertura leva o mesmo creme de morangos, gel de brilho, creme fresco batido e decorado com pedacinhos de pêssegos.



a Juh adorou o bolo, não só ela... todos nós!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

mexerica ponkan

este é o pé de mexerica ponkan que vejo da minha janela



no fundo, se vê meu home office




bem carregadinho, logo na primeira safra




aqui, as frutas colhidas, já na fruteira.

adoro esta vista...

terça-feira, 6 de julho de 2010

quiche de frango, cenoura, milho e cebolas

apenas para não perder o costume...
mais uma quiche e como sempre de aproveitamentos, as sobras dos filés de frango estavam congeladas, no almoço teve cenouras no vapor e creme de milho*, o que sobrou já teve destino certo, a quiche do jantar!


quiche de frango, cenoura, milho e cebolas

massa

2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de fermento químico
4 colheres de manteiga ou margarina
3 ou 4 colheres de água gelada.

junte os secos, pique a manteiga gelada e junte a água, amasse, forme uma bola e leve pra gelar por 20 minutos. abra a massa sobre um plástico, coloque sobre a torteira de fundo falso, fure com garfo.

recheio:
usei aproximadamente 150 g de ricota caseira, bati no liquificador com 3 0v0s inteiros, 2 colheres de farinha de trigo, 1 caixa de creme de leite, sal, pimenta do reino.
juntei tirinhas peito de frango (sobras de file de peito), 1 xícara de cenoura pré cozida, 1 e 1/2 xícara de creme de milho e 3/4 de xícara de queijo prato ralado. misturei levemente e despejei sobre a massa crua cobri com rodelas de cebolas temperadas com azeite e sal, levei ao forno médio até dourar.


o creme de milho deu uma textura e sabor muito bom ao recheio,
já estou pensando em fazer mais creme de milho*, de propósito, para aproveitar em quiches

*creme de milho:
dorar no azeite ou manteiga uma cebola pequena picadinha bem miúdo, quando estiver dourada juntar 1 colher de sopa amido de milho ou de farinha de trigo, sal e pimenta do reino, em seguida juntar uma lata de milho escorrida, grosseiramente batida no liquidificador com 2 xícaras de leite, cozinhar até engrossar.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

bolo toalha felpuda

já vi varias receitas de toalha felpuda postadas pelas amigas e o meu bolo é mais um deles...

bem, a minha receita é antiga, clássica, sem leite condensado, mas bastante saborosa e acho que vale a pena o registro. rende um bolo grande e eu nunca testei meia receita.
este foi a Juh que fez para esperar pela vó, aliás, ela adora fazer (e comer) este bolo.

bolo toalha felpuda

6 ovos grandes, claras em neve
3 xícaras de açúcar
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de amido de milho
1 vidro de leite de coco
1 vidro de leite de coco de leite
4 colheres de manteiga sem sal
1 colher de café de sal
2 colheres de sopa de fermento em pó

bater as claras em neve e reservar. bater as gemas, com a manteiga e o açúcar até esbranquiçar, ir juntado os secos peneirados, alternando os líquidos, por ultimo juntar o fermento e as claras. assar em forma alta, untada e enfarinhada.

cobertura
100 g de coco ralado
300 ml de água ou leite
1 xícara de açúcar, misturar e e empregar sobre o bolo quente , assim que retirar do forno

obs: caso deseje o bolo bem molhadinho,use mais água ou leite.
a receita original, pede o dobro de açúcar, eu particularmente, acho que assim fica perfeito.